Seguidores

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Vinicius de Morais

Na contra-capa de uma pequena revista, tipo agenda, de todos os eventos culturais e não só, editada pela Câmara de Almada todos os meses, vinha neste mês de Fevereiro, em que se comemora o dia dos namorados, este pequeno poema de Vinicius de Morais, que me encantou...

Quando a luz dos olhos meus
e a luz dos olhos teus
resolvem se encontrar
ai que bom que isso é meu Deus
que frio que me dá o encontro desse olhar
mas se a luz dos olhos teus
resiste aos olhos meus só p'ra me provocar
meu amor juro por Deus
que a luz dos olhos meus já não pode esperar
quero a luz dos olhos meus
na luz dos olhos teus sem mais lará-lará
pela luz dos olhos teus
eu acho meu amor que só se pode achar
que a luz dos olhos meus precisa se casar

4 comentários:

Maria Ferreira disse...

Vinicius simplesmente, é bom ler mas sem dúvida muito melhor ouvir...
Beijo
Maria

MIUÍKA disse...

Amiga,que sensibilidade e que romântica,é lindo esse poema,eu com esta idade continuo a ser uma romântica também,penso que nasce e morre connosco.
Um beijão...MIUÍKA

Maga disse...

Maria, tens toda a razão do Mundo...
Ler, é muito bom, mas ouvir... é o espectáculo completo!
Um beijo

Maga disse...

Miuíka, já somos duas... Também não deixei nunca de ser uma romântica, das grandes, até desconfio que quantos mais anos, mais atacada sou pelo romantismo!
Beijocas