Seguidores

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Dia dos Namorados

textos grandes

RecadosOnline


De Marques Portugal, pseudónimo usado por António Manuel da Cunha Brandão, nascido em 22 de Setembro de 1939, em Arouca, transcrevo o poema


DIA DOS NAMORADOS

Se a paixão é evidente
Eis que surge, num repente,
A verdadeira amizade
Sem qualquer leviandade
E um amanhã virá
Que, com gosto, os levará
A saberem conjugar
Para sempre o verbo amar.

E é vê-los no jardim
Em diálogos sem fim
Muito, muito apaixonados
Um e outro confiados
Que já não há-de tardar
De perante Deus, no altar,
Prometerem, com fervor,
Todo um forte e são amor.

Com todo o discernimento
Forte é o entendimento
Que, os unindo eternamente,
Fará com que, de repente,
Todo o fruto desse amor
Seja, contudo, credor
De um viver são, como enfim,
Bem o quer S.Valentim.

Fica aqui o meu tributo, ainda que expresso em versos dum poeta,
a todos os namorados que no dia de S.Valentim fazem suas juras de amor eterno...
Que saibam cumprir as juras feitas, ou que simplesmente... se esqueçam de as fazer...

9 comentários:

Maria Ferreira disse...

Amiga MAGA
O poema é muito bonito, quanto às juras de amor vão mudando com o tempo, é preciso é ter o bom senso de nunca as transformar em ódio.
Beijo de amizade
Maria

Elisabete disse...

amiga querida, quanto tempo q aqui não venho, me perdoa, mas saiba q nunca te esqueço...
e aqui chegando,quantas postagens lindas, vc sempre me surpreende, penso n ter palavras certas, certas ou erradas saiba q pra mim ter te conhecido foi algo que nunca mais será apagado, nem que eu queira. Amei o poema, as flores, tbm me divirto com teu humor, és minha amiga que sem nada por ou tirar me faltava, um oceano de tudo de bom pra ti, bjs bete

Duh Franzen disse...

'Quem dera todos soubessem conjugar o verbo amar para sempre.'
Linda poesia de amor!!

Bjos na alma"

Maga disse...

Maria, tens muita razão (nós as duas temos sempre muita razão, ora uma, ora outra...)
mas juras. são palavras e infelizmente, "palavras leva-as o vento"!
Outro para ti

Maga disse...

Querida amiga Bete, que saudades! Tens andado nas nuvens? Desapareceste...
Agradeço tuas palavras e já pedi ao oceano para te entregar um abraço aqui da amiga
Maga

Maga disse...

Duh, ao ler teu comentário um pensamento tive... Se todos os povos do mundo soubessem conjugar o verbo amar, de certeza que o mundo seria diferente!
Obrigada recebe uma beijoca

εїз ViViAn ★ Sbrussi /(",)\ disse...

Olá amiguinha!

...vim dar uma espiadinha no seu blog!
...desejar um ótimo carnaval!
...e deixar muitos beijinhos!



Adoro esse textinho...
precisamos ser estrelas...


¤°.¸¸.•´¯`εï瓤°.¸¸.•´¯`*¤°.¸¸.•´¯`εï瓤°.¸¸.•´¯`*εïз
εïз¤°.¸¸.•´¯`εï瓤°.¸¸.•´¯`*


As Estrelas e os Cometas

Há pessoas estrelas e há pessoas cometas...
Os cometas passam.
Apenas são lembrados pelas datas que passam e que retornam.
As estrelas permanecem. O sol permanece.
Passam anos, milhões de anos, e as estrelas permanecem.

Há muita gente cometa.
Passa pela vida da gente apenas por instantes.
Gente que não prende ninguém e
a ninguém que se prende.

Gente sem amigos,
gente que passa pela vida sem iluminar,
sem aquecer, sem marcar presença.
Importante é ser estrela.
Estar junto. Ser luz. Ser calor. Ser vida.

Amigos e Paixões são estrelas.
Podem passar anos.
Podem surgir distâncias,
mas a marca fica no coração.
Coração que não quer enamorar-se de cometas,
que apenas atraem olhares passageiros.

Ser cometa é ser companheiro por instantes,
explorar os sentimentos humanos,
ser aproveitador das pessoas e das situações,
fazer-se acreditar e desacreditar ao mesmo tempo.

Solidão é resultado de uma vida cometa.
Ninguém fica, todos passam.
Há necessidades de criar um mundo de estrelas.
Todos os dias poder contar com elas e
poder sentir seu calor.

Assim são os amigos estrelas na vida da gente.

São coragem nos momentos de tensão.
São luz nos momentos de desânimo.

Ser estrela neste mundo passageiro,
nesse mundo cheio de pessoas cometas,
é desafio, mas acima de tudo
uma recompensa.

Recompensa de ter sido luz para muitos amigos,
ter sido calor para muitos corações,
ter nascido e vivido e não apenas existido.

(Autor Reinilson Câmara)


............................•:::::•
    ..¸,.•´¨`•.( -.- ).•´¨`•.,¸
     ¨`•--•-¨( ")(" )¨-•--•´¨☆ViViAn\\(^_^)// Sbrussi


. o *´¨       . o *´¨ .   o*´¨ ¸.  o` ´¨ ¸.¸.¸.
 o´ ¸  .o` ¸.  o´¸   .o*´¨ ¸.¸.¸.¸.

Chris disse...

Se as juras de amor fossem eternas... como as estrelas e não como os cometas!
É sempre um prazer visitar o teu cantinho
Um beijo e boa semana
Chris

Maga disse...

Que maravilha de poema...
Quem me dera ser estrela, neste mundo de cometas...
Muito e muito obrigada por tão lindo e profundo poema!
E á Chris, só posso dizer que ela tem muita razão e respondo-lhe com o provérbio com que respondi á Maria: - Juras são palavras e "palavras, leva-as o vento..."
Um beijo para vocês, com muita amizade