Seguidores

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

S.Pedro do Sul

É mesmo assim! Este ano tirei férias de mãe, de esposa, de dona de casa!
Estou sozinha (pobrezita), a banhos (como se dizia antigamente) nas Termas de S.Pedro do Sul. Lá vou eu todos os dias aos tratamentos... dão-me banho de cócegas... põem-me no duche... com mais cócegas e como acham pouco ainda me põem numa maca a suar...
Como se vê, com este palavreado todo, vou sair daqui fina... sem dores, sem mariquices, pronta para enfrentar o mais gelado frio, o mais quente Sol, o mais raivoso vento... até uma trovoada... ou um nevão!

E para que não pensem que isto é só "31 de boca", vejam bem a fumarada que sai desta abençoada água... e haviam era de cheirar o perfume. É de fugir, sem olhar para trás! É um perfumesinho a ovos podres que é uma delicia!

No meio disto tudo tenho feito longos passeios. A paisagem é linda. O rio Vouga,

que neste local é largo, meio esverdeado, mas com recantos lindos, dá-nos uma bela sensação de frescura nestes dias quentes de Agosto. É bom passear nas suas margens, sentar aqui e ali deixando os olhos esquecidos do livro que as mãos seguram.

O hotel onde estou é nada menos que esta casinha linda, num sítio central, o largo principal, mesmo em frente do balneário. Da janela do meu quarto, que é sobranceiro ao rio, posso ver o passeio pachorrento de grandes peixes vermelhos, que acho eu, vieram até ás termas para ver se se livram do reumático.

E como o espírito também faz parte de todos nós, não podia faltar uma simpática capelinha, que não fala a idade... É de S.Martinho e no seu interior, pequeno, acolhedor, em que a paz impera, há dezenas de bilhetinhos com pedidos de gente crente e aflita e com agradecimentos, que o povo não esquece o bem que recebe e no agradecimento vai a alma de quem pediu e foi atendido... e o agradecimento é o pagamento do pobre...

12 comentários:

MIUÍKA disse...

Coitadinha!,estou com uma peninha de ti!!!
És uma sortuda e falas de barriguinha cheia,menina, só as férias de família,já valiam,quanto mais os salamaleques que te fazem,vens daí elegantérrima,que o teu marido fica com vontade de se casar novamente e ainda o melhor...sem dores.
Amiga aproveita bem a sorte grande.
Uma beijoka aqui desta pobre coitada...Miuíka

Maria Ferreira disse...

Olá MAga espero que realmente fiques bem para enfrentares os tempos que por aí vêm.Realmente a água cheira muito mal, mas pelo que consta faz muito bem.
Beijos Grandes
Maria

Teresa Varela disse...

Gosto de S. Pedro do Sul. Ajudou a minha mãe numa fase difícil e ela contínua a ir para lá todos os anos. Eu própria também fui para lá com os meus filhos há alguns anos atrás.
Essa região do país é muito bonita e tem paisagens e coisas muito curiosas e históricas para ver, como por exemplo aquela Aldeia, de que não me lembro o nome, que fica num vale. Para lá se chegar são curvas e mais curvas sempre a descer e vivem lá só 5 ou 6 pessoas. Quando lá estive fiquei no Hotel Vouga que é muito agradável e tem vista para o rio do mesmo nome. Espero que tenhas ficado quase boa e, tal como eu, fã dessa região do país.
Foi para aí que fui na primeira viagem que eu e o Pedro fizemos com os filhos todos. Ficamos na Casa de Canhões, que é um turismo de Habitação muito próximo de S. Pedro do Sul. Essa terra também está relacionada com o meu grito do Ipiranga. Vim de lá sozinha, pela primeira vez, com os meus filhos, conduzindo por estradas que não fossem do Alentejo ou Região de Lisboa. Isso aconteceu em 1999, altura do dito grito.
Como vês, para mim, essa é uma zona de boas recordações e talvez mesmo de revelações e crescimento pessoal. Beijos desta amiga que tem estado silenciosa mas que não te esquece

Maga disse...

Amiga Miuíka, bem podes dizer que falo de boca cheia... cheia de doces, fartei-me de comer sobremesas, não resisti! E agora tenho de começar a passar fome... mas como estamos em crise, até dá jeito
Um beijão da
Maga

Maga disse...

Amiga Maria, sabes que afinal no balneario a água nem cheira mal? Só cá fora nas fontes, aí sim, é de fugir!
Para já parece ter-me feito algum bem, veremos se continua.
Um beijo da
Maga

Maga disse...

Teresa que bom que vieste! E como és bem-vinda, amiga!
Eu estive precisamente no hotel em frente, do outro lado do rio. Muito familiar, era quase como estar em casa, só que sem nada fazer... o que foi melhor que bom. Vou espreitar o teu blog.
Beijocas amiga. Volta sempre
Maga

Teresa Varela disse...

Olá querida Maga, De fato (vês já escrevo com o novo acordo)tens o pseudónimo adequado, és um pouco bruxinha. Quando li o teu comentário no meu blog fiquei a pensar onde tinhas ido buscar aquelas ideias acerca do meu mar aparentemente calmo. Ao fim de todos estes dias, tenho que dizer-te que realmente me conheces melhor do que eu pensava e vês mais longo do que muitos que tinham obrigação de me conhecer melhor. Bjs para ti, desta amiga que para ti é tão transparente

Maga disse...

Teresa, não me envergonhes com essa do novo acordo ortográfico... é que eu sou da velha guarda... e portanto assiste-me o direito de escrever como me dá na telha.
Então tu não sabias que te conheço de uma ponta à outra? Conheço teu riso, teus olhos contam-me coisas, tua fisionomia é um livro aberto amiga! Está bom, são muitos anos... e não contam as ausências. Além disso és capaz de ter razão e o meu nome (não é pseudónimo, repara que é mesmo o meu nome, ou por outra, as suas iniciais)ter alguma coisa a ver comigo (ou eu com ele), visto serem as iniciais do nome de solteira, os nomes que me foram atribuidos quando nasci...
Um beijo grande da
Maga

Evanir disse...

Uma amizade pura e extremamente grande,que eu nem sei como retribuirr
Porque todos sabem .
Ou quase todos levo cola por não aguentar escrever por muito tempo.
Não adianta copiar frase de agradecimento,
mais escrever e colocar coisas do meu coração.
Todas as minhas amizades tem uma absoluta
comprienssão comigo.
Com cola ou sem cola a retribuição
do carinho que recebo é imediata.
Que Deus pague a todos por tudo pois com certeza nunca poderei retribuir
tanto amor.
As coisas que você faze, com tanta compreensão e bondade,
me enchem de gratidão por ter a sua amizade. Obrigada, por se importar comigo.
Um Tarde Abençoada.
Bjs ,paz e luz.
Evanir
Deus sabe minha felicidade em ver vc no meu blog.

Maga disse...

Evanir, obrigada por tão linda prosa. Mas realmente, não mereço tanto.
Descobri um outro blog da minha amiga, adorei, fiquei seguidora.
Um beijo grande da
Maga

Teresa Varela disse...

Querida Maga, Eu sei que é bruxinha, logo não há paciência para ler tão longa prosa, mas minha querida sexagenário, nem todos estão no seu grau de conhecimento, daí que para alguns é importante não se sentirem sozinhos na travessia do deserto. Eu própria a tenho estado a fazer , como sou vaidosa qb, ainda se tornou mais difícil, mas penso que agora vou caminhar melhor, foi um mês complicado interiormente. Mas como sabe eu sou uma batalhadora. é bom ser sua amiga. É bom ter amigos. Bjs Te (51, na mouche)

Maga disse...

Oi Teresa! Que história é essa agora? Lá por ser mais velha que tu, passei a ser tratada com cerimónia? Tá bom ,Sra.D.Teresa Varela, muito prazer...
Maga